Daytona Express

COLETA ONLINE

TRACKING - RASTREIE SUA ENCOMENDA

Informe o número do protocolo para rastrear sua encomenda.

RECEBA O NOSSO INFORMATIVO

NOTÍCIAS



Governo de SC reduz ICMS da indústria de 17% para 12%


Governo de SC reduz ICMS da indústria de 17% para 12%

O governador Eduardo Pinho Moreira assinou na noite de quarta-feira (11) uma medida provisória (MP) para diminuir de 17% para 12% o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) para a indústria e setor atacadista. Os principais setores beneficiados serão o têxtil, o moveleiro e o metal-mecânico.
A Secretaria da Fazenda garante que, embora o percentual de arrecadação caia, não haverá queda na receita do Estado. “Na realidade, diminuiu o índice da indústria, mas não onera o Estado, porque o consumidor continuará pagando 17%. O ICMS é um imposto de débito e crédito, o que paga em uma etapa, credita na outra e assim sucessivamente. Estamos desonerando a fase da produção e aí transferindo a carga para o varejo”, disse Paulo Eli, secretário da Fazenda de Santa Catarina.
A medida era aguardada pela indústria catarinense há mais de 30 anos. A redução de impostos objetiva que os produtos tenham maior facilidade de comercialização. Com receita bruta de R$ 81,2 bilhões, o ICMS do segmento atacadista e distribuidor catarinense foi de cerca de R$ 3,251 bilhões em 2017, 16,8% do arrecado no Estado.
Na prática, a redução da alíquota incide nas mercadorias comercializadas nas operações entre contribuintes, da produção até o consumo. A MP altera o artigo 19 da Lei 10.297, de 26 de dezembro de 1996. O documento foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira.

Fiesc comemora medida

O presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, comemorou a iniciativa. Na opinião do empresário, haverá um estímulo para o setor produtivo catarinense vender seus produtos dentro do próprio Estado.
“No caso do Paraná, a alíquota já é 12%, enquanto em Santa Catarina esse percentual era de 17%. Agora, passará a ser mais atrativo fazer essas comercialização por aqui”, destacou.
O presidente da Fecomércio-SC, Bruno Breithaupt, disse que, com a redução de imposto, o estado fortalecerá sua dinâmica interna, principalmente por que incentivará a circulação de mercadorias dentro de Santa Catarina. “Com menos impostos a pagar e mais vendas, o empresário poderá alocar mais recursos para investimentos, que são fundamentais para o país sair desse nível de baixo crescimento econômico, trazendo a retomada do emprego e da renda”, enfatizou.
Com receita bruta de R$ 81,2 bilhões, o ICMS do segmento atacadista e distribuidor catarinense foi de cerca de R$ 3,251 bilhões em 2017, 16,8% do arrecado no Estado.


2018/04/18 13:48:32




< Voltar



  • Base Blumenau
  • Rua 25 de Janeiro, 55 Itoupava Norte - Cep: 89052-070
  • Fone: (47) 3329-2315 / 3329-1804
  • Base Itajaí
  • Rua Sebastião Lucas Pereira, 255 São Judas Tadeu - Cep: 88303-480
  • Fone: (47) 3349-1163 / 3349-9116
  • Base Jaraguá do Sul
  • Rua José Theodoro Ribeiro, 1058 - Sala 01 Ilha da Figueira - Cep: 89258-000
  • Fone: (47) 3276-2025 / 3273-2362
  • Base Joinville
  • Rua 15 de Novembro, 3976 Glória - Cep: 89216-202
  • Fone: (47) 3461-5100
  • Base São Bento do Sul
  • Av. Argolo, 873 Centro - Cep: 89290-000
  • Fone: (47) 3633-4181 / 3634-1630
  • Base Curitiba
  • Rua Bartolomeu Lourenço de Gusmão, 3169 Boqueirão - Cep: 81650-050
  • Fone: (41) 3376-8072
  • Base Paranaguá
  • Rua Xavier da Silva, 320 - Tuiuti - CEP: 83203-620
  • Fone: (41) 3424-4462
  • Base Santos
  • Rua Amador Bueno, 181 - Sala 22 Centro - Cep: 11013-151
  • Fone: (13) 3222-3514
  • Base São Paulo
  • Avenida General Waldomiro de Lima, 857 - Jabaquara - Cep: 04344-070
  • Fone: (11) 5034-4131 / 5031-2966

Copyright 2004 - 2018, Daytona Express. Todos os direitos reservados.